Cachoeirinha 27 de Junho de 2017

Gravataí

Conferência Microrregional de Meio Ambiente

Encontro vai debater política de resíduos sólidos

Encontro vai debater política de resíduos sólidos

Encontro vai debater política de resíduos sólidos e tem o apoio do Conselho Municipal do Meio Ambiente. Evento será nos dias 9 e 10 de agosto.

Tendo como tema central a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), Gravataí estará promovendo, nos dias 9 e 10 de agosto, a 1ª Conferência Microrregional de Meio Ambiente. A confirmação ocorreu no final da tarde desta quarta-feira (24), durante a reunião extraordinária do Conselho Municipal de Meio Ambiente (CMMA). O organismo é presidido por Cláudia Costa, diretora-presidente da Fundação Municipal de Meio Ambiente (FMMA), e respalda a iniciativa de entidades da sociedade civil que lançaram a proposta de concentrar em Gravataí mais este fórum de discussões sobre a temática ambiental. Uma reunião preparatória, nesta quinta-feira, deu continuidade às discussões para a organização do encontro que vai abordar temas ligados à política de resíduos e encaminhar propostas para a Conferência Estadual, marcada para os dias 31 de agosto e 1º de setembro, em Porto Alegre.

A proposta da realização da conferência em um âmbito microrregional foi apresentada por Alexandre Camboim, integrante do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR). Ele entregou um documento à diretora da FMMA, dirigido ao prefeito Marco Alba, informando a iniciativa da realização do evento a partir do envolvimento de entidades da sociedade civil. Assinam o documento, além do MNCR, o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Gravataí, Associação Brasileira de Engenharia Sanitária (ABES/RS), Associação de Preservação da Natureza Vale do Gravataí (APNVG), Fundação Luterana de Diaconia, Central Única dos Trabalhadores (CUT/RS), Sindicato dos Servidores Públicos do RS (Sindsep/RS), Cooperativa dos Catadores de Materiais Recicláveis do Loteamento Morada do Carvalho e Cooperativa dos Catadores de Materiais Recicláveis (Cootracar).

Informalmente, foi comentado que os municípios de Cachoeirinha, Taquara e Glorinha já teriam demonstrado interesse em participar da conferência em Gravataí. A presidente da FMMA e do CMMA acredita que outros municípios também possam se engajar nas discussões dessa pauta que é comum a todos e que deve ser compartilhada entre o poder público e a sociedade. A conferência será realizada na área onde se encontram galpões de triagem da coleta seletiva realizada em Gravataí, na Estrada Henrique Closs, 3637, na localidade de Santa Tecla. O programa, ainda em elaboração, prevê para sexta-feira, dia 9, atividades das 14h às 18h, incluindo o pronunciamento de autoridades e a apresentação de equipamentos empregados pelos catadores da coleta seletiva solidária de Gravataí. No sábado (10), a programação vai das 8h30min às 18h, debatendo sobre os quatro eixos temáticos. Outros detalhes serão divulgados ainda no mês de julho.

Temática abrangente - A conferência microrregional programada para Gravataí segue a temática nacional e é desdobrada em quatro eixos que possibilitam a participação e a discussão por todos os segmentos da sociedade. Produção e consumo sustentável, redução dos impactos ambientais, geração de emprego, trabalho e renda, e educação ambiental irão nortear as pautas do evento. Na opinião de Alexandre Camboim, a conferência será o fórum adequado para a comunidade regional expor suas preocupações e compreender como ocorre a divisão de responsabilidades. Além disso, observa que o encontro vai servir para a apresentação de reivindicações e de sugestões para o aprimoramento da política ambiental, principalmente, na área de resíduos sólidos no âmbito dos municípios.

Claudia Costa salienta que a lei da Política Nacional de Resíduos Sólidos, aprovada em 2010, começa a mudar a maneira de como o país trata os resíduos popularmente denominados por "lixo". A mudança de realidade, na opinião da presidente da FMMA e CMMA, vai exigir um grande esforço de todos os segmentos, principalmente porque é necessário mudar o comportamento das pessoas. Claudia lembra que, segundo estabelece a lei, a responsabilidade pela destinação adequada dos resíduos sólidos é de todos, envolvendo governantes, empresas e toda a sociedade. "É uma responsabilidade compartilhada, ou seja, com todos ficando responsáveis pelos resíduos que geram", complementa a presidente.


Secom/PMG

 

Veja mais fotos
Conferência Microrregional de Meio Ambiente Conferência Microrregional de Meio Ambiente



Data de publicação: 25/07/2013 - 17:20:27

Postar comentário

Serão rejeitadas mensagens que desrespeitem a lei, apresentem linguagem ou material obsceno ou ofensivo, sejam de origem duvidosa, tenham finalidade comercial ou não se enquadrem no contexto do site. A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Os leitores e usuários desse site encontram-se sujeitos às condições de uso do Clic Tribuna e se comprometem a respeitá-las.






Nome:

E-mail:

Mensagem:

Imprimir Indique a um amigo
Seu Nome

Seu Email

Email do Amigo
 
Comentários

Redes sociais

Publicidade Flores da Cunha AO VIVO PublicidadePublicidade Publicidade Publicidade Publicidade Publicidade Publicidade Publicidade
Nossos produtos

Portal Clictribuna
Guia Comercial
Jornal Tribuna - Digital




Política de  Privacidade

Termos de Uso do Site
Atendimento

contato@clictribuna.com.br
Cachoeirinha
Rio Grande do Sul

(51)  9677.1086