Cachoeirinha 27 de Junho de 2017

Geral

Na rota do crescimento

A cautela e o realismo devem ser premissas de um gestor público responsável

A cautela e o realismo devem ser premissas de um gestor público responsável Artigo: Na rota do crescimento, por Tarso Genro / Foto: Wikipédia

A cautela e o realismo devem ser premissas de um gestor público responsável. Porém, o otimismo também é uma característica de quem tem a convicção de que as coisas estão sendo feitas corretamente. Os nossos trabalhadores e empreendedores sentem o novo clima e estão de mangas arregaçadas.

Nos últimos dias, algumas notícias nos trouxeram a convicção de que encerraremos o ano de 2013 com um crescimento econômico e social sólido. O resultado da atividade industrial gaúcha de 4,2% em abril e o PIB positivo de 2,5% no primeiro trimestre deste ano, acompanhados do lançamento do Plano Safra, que, entre outras medidas, terá R$ 39 bilhões para financiar a agricultura familiar no Brasil, e a instalação de uma nova fábrica de caminhões em Canoas são indicadores que reforçam a projeção animadora.

As políticas de atração de investimento, o desenvolvimento da indústria no Interior com a articulação e fortalecimento da base local instalada, a aplicação direta de recursos do Estado, o programa de microcrédito e a excelente safra agrícola formam uma conjuntura favorável. O investimento de R$ 5 bilhões da Celulose Riograndense é o maior investimento privado da história do Rio Grande.

Não há nenhum dos "fronts" na área de investimentos que não esteja em um grau satisfatório de execução. O que gostaríamos que acontecesse no começo do primeiro semestre está começando a acontecer na metade do ano, e os próximos meses serão de ápice na execução, entrega de obras e realizações.

A busca por financiamentos externos do Orçamento Geral da União e do BNDES tem se revelado como um caminho correto. Estamos enfrentando a crise estrutural das finanças do Estado crescendo substancialmente e com segurança. Poderia citar ainda os investimentos em saneamento (R$ 4 bilhões), energia (R$ 1,2 bilhão), sem contar o tema da redução das tarifas de pedágios e o fim da praça de Farroupilha.

Ainda há um longo caminho a percorrer. Poderia dizer que o momento do Rio Grande do Sul é ótimo, mas a cautela nos permite dizer, com segurança, que o momento é muito bom. E pode ser melhor. Vamos em frente!

Tarso Genro
Governador do Rio Grande do Sul

 




Data de publicação: 13/06/2013 - 11:52:10

Postar comentário

Serão rejeitadas mensagens que desrespeitem a lei, apresentem linguagem ou material obsceno ou ofensivo, sejam de origem duvidosa, tenham finalidade comercial ou não se enquadrem no contexto do site. A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Os leitores e usuários desse site encontram-se sujeitos às condições de uso do Clic Tribuna e se comprometem a respeitá-las.






Nome:

E-mail:

Mensagem:

Imprimir Indique a um amigo
Seu Nome

Seu Email

Email do Amigo
 
Comentários

Redes sociais

Publicidade Flores da Cunha AO VIVO PublicidadePublicidade Publicidade Publicidade Publicidade Publicidade Publicidade Publicidade
Nossos produtos

Portal Clictribuna
Guia Comercial
Jornal Tribuna - Digital




Política de  Privacidade

Termos de Uso do Site
Atendimento

contato@clictribuna.com.br
Cachoeirinha
Rio Grande do Sul

(51)  9677.1086