Cachoeirinha 28 de Abril de 2017

Cachoeirinha

TRANSPORTE COLETIVO

Concessionária pede tarifa de R$ 5,24, Vicente nega e já estuda a redução da passagem

Concessionária pede tarifa de R$ 5,24, Vicente nega e já estuda a redução da passagem Concessionária pede tarifa de R$ 5,24, Vicente nega e já estuda a redução da passagem / Foto: Divulgação

Prefeito Vicente negou nessa quarta-feira um novo pedido de reajuste na tarifa do transporte coletivo municipal. A concessionária solicitou que o valor subisse de R$ 2,80 para R$ 5,24, quase dobrando o valor atual. O último reajuste foi concedido em novembro de 2012, depois de quase três anos congelado.
O prefeito considerou o pedido exagerado e em momento inadequado, dispensando inclusive submeter à apreciação do Conselho Municipal de Transporte. Segundo Vicente, há uma total insensibilidade da empresa com o cenário atual no Brasil, em que a população clama nas ruas por transporte público mais barato e eficiente.
Vicente apoia o movimento por melhores serviços públicos e disse que o governo receberá e analisará as reivindicações propostas no manifesto marcado para sexta-feira, em Cachoeirinha. "É uma mobilização legítima por transporte, saúde, educação e pelo fim da corrupção que vem ao encontro da luta dos municípios por uma melhor partilha dos recursos públicos, concentrados hoje em Brasília.
O prefeito respeita o movimento e reconhece nesses jovens o sentimento de um novo Brasil. No entanto, entende que é preciso separar quem caminha e protesta pacificamente dos grupos que protagonizam o vandalismo e as depredações ao patrimônio público e privado.
REDUÇÃO DA PASSAGEM - Cachoeirinha já estuda a redução do valor da passagem, que vem sendo auditada pela empresa UHY Moreira Auditores, contratada pela Secretaria de Mobilidade Urbana (SMOOB). Conforme o representante da auditoria, Sebastião Cafruni, o estudo completo nos cálculos da tarifa será entregue no dia 15 de julho.
A concessionária está entregando os últimos documentos solicitados. A auditoria aprofunda informações do Índice de Passageiros por Quilômetro (IPK), examinando detalhadamente itens como a planilha de custos do serviço, manutenção da frota e até as despesas administrativas da garagem. O estudo vai observar, também, as recentes desonerações de impostos concedidas às empresas do setor.
ISENÇÕES - Em Cachoeirinha, o volume de isenções criado ao longo dos anos pesa no transporte coletivo. Cerca de 33% dos 272 mil passageiros que utilizam o serviço todo mês têm direito à gratuidade. O município tem situações diferenciadas como a dos idosos, que tem isenção já a partir dos 60 anos, e dos estudantes até 16 anos de idade, que também não pagam ônibus. São quase 100 mil pessoas cruzando a roleta gratuitamente.


Secom/PMC

 




Data de publicação: 19/06/2013 - 21:03:20

Postar comentário

Serão rejeitadas mensagens que desrespeitem a lei, apresentem linguagem ou material obsceno ou ofensivo, sejam de origem duvidosa, tenham finalidade comercial ou não se enquadrem no contexto do site. A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Os leitores e usuários desse site encontram-se sujeitos às condições de uso do Clic Tribuna e se comprometem a respeitá-las.






Nome:

E-mail:

Mensagem:

Imprimir Indique a um amigo
Seu Nome

Seu Email

Email do Amigo
 
Comentários

Thyago: Te prepara Vicente, iremos tomar a prefeitura. não te preocupa que será uma manifestação pacifica, mas que iremos mostrar a indignação do povo contra este governo voce vai ver

19/06/2013 - 21:43

Marcos Cesar Soldatelli.: Parabéns ao Sr. Prefeito por ter negado o pedido de reajuste da passagem em Cachoeirinha, também aproveito o momento para lembrar que existem muitos funcionários da prefeitura que andam com seus próprios veículos e seria interessante analisar a troca de cartão de passagem para um cartão combustivel, não é mesmo.

21/06/2013 - 12:14

silvia: ESTA MATERIA VEICULADA NESTE JORNAL QUE ATE AGORA E UM MEIO DE COMUNICAÇÃO CONFIAVEL, REFERINDO QUE A STADBUS PEDIU QUE A TARFIA ONIBUS OSSE AUMENTADA PARA R$ 5,24, E A MAIO HIPOCRISIA E TRATAR A POPULAÇAO DE CACHOEIRINHA COMO SE FOSSEM ACEFALOS E MENTECAPITOS, COM O UNICO OBJETIVO DE EXALTAR O PREFEITO COLOCADO-O NO ALTAR COMO SE FOSSE O DEFENSOR DA COMUNIDADE, QUANDO ABAIXASSE O VALOR DA TARIFA. COMO DIZ O DITADO: O GIGANTE ACORDOU E NAO E MAIS OTARIO, E O GIGANTE E O POVO, O OS MAIS DE 80 MIL ELEITORES. OUTRA BASOFIA E A PREFEITURA CONTRATAR UMA AUDITORIA PARA ANALISAR O VALOR DA TARIFA, ORA A EMPRESA CONTRATADA E DO IRMAO DO FUNCIONARIO DA PREFEITURA DAVI CAFRUNI, AI TAO ESCONDENDO, VAMOS OBRIGAR O PREFEITO A ABRIR A CAIXA PRETA DA STADBUS!!! FALANDO EM SMTT VCS SABIAM QUE O CHEFAO D TRANSPORTE COLETIVO DE CACHOEIRNHA QU FOI CONVIDADO PELO PREFEITO JA TRABALHOU NA VICASA E NA TRANSCAL??? CUIDEM QUE TEM BODE NA SALA

21/06/2013 - 18:56

Redes sociais

Publicidade Flores da Cunha AO VIVO PublicidadeWCI mais novoPublicidade Publicidade Publicidade Publicidade Publicidade Publicidade
Nossos produtos

Portal Clictribuna
Guia Comercial
Jornal Tribuna - Digital




Política de  Privacidade

Termos de Uso do Site
Atendimento

contato@clictribuna.com.br
Cachoeirinha
Rio Grande do Sul

(51)  9677.1086